5 dicas para diminuir os gastos de sua empresa e otimizar os seus lucros

5 dicas para diminuir os gastos de sua empresa e otimizar os seus lucros

A saúde financeira de uma empresa está diretamente associada a uma boa gestão dos custos, além da necessidade de se investir os ganhos de forma inteligente. Muitas vezes, empreendimentos que são altamente promissores e até mesmo possuem diferenciais que podem assegurar um ótimo futuro em seu mercado acabam não sobrevivendo entre os concorrentes. Pois, falta sabedoria na hora de gerir as despesas e aplicar capitais de investimentos.

A sustentabilidade financeira de uma empresa vai muito além do conceito "cortar custos X investir com sabedoria", uma vez que é necessário saber exatamente quais são os custos que o seu negócio está apto a fazer e que não irão comprometer a sua produtividade. Portanto, separamos cinco dicas fundamentais de como grandes empresas fazem para garantir o seu lugar entre os concorrentes do mercado cortando os custos e otimizando os lucros. Confira abaixo!

1 - Boa gestão dos recursos humanos

Todo o processo envolvido desde a contratação, treinamento, adaptação e demissão de um funcionário implicam diversos gastos significativos para uma empresa. Principalmente, em tempos de recessão econômica onde é importante evitar custos desnecessários. Portanto, para evitar este tipo de despesa é muito importante possuir uma ótima gestão dos recursos humanos, possuir um rígido processo seletivo - antes da contratação efetiva de um funcionário para se certificar de que ele irá se adaptar ao seu empreendimento - e considerar a possibilidade de trabalhar com a terceirização de profissionais para determinados serviços. Analise cuidadosamente cada caso para saber qual é a escolha mais adequada para a atual situação de sua empresa.

2 - Cortar custos de tributação indevida

Para qualquer empreendedor brasileiro não é nenhuma novidade que a carga tributária em nosso país é uma das mais altas e burocráticas do mundo. Por isso, é importante dar uma atenção especial para os impostos que sua empresa anda pagando. Muitos negócios acabam pagando mais tributos do que realmente deveriam por terem escolhido um regime de tributação de forma inadequada para a natureza da sua empresa. Se seu empreendimento ainda estiver nesta fase, procure um consultor especializado em tributação empresarial para auxiliá-lo na tomar das decisões corretas. Assim, você evita pagar mais impostos do que o necessário.

3 - Priorize o atendimento ao cliente

Dentre os custos que você deverá cortar em sua empresa, certamente a qualidade no atendimento ao cliente não é um deles. Considere o atendimento ao cliente um dos investimentos mais vantajosos que sua empresa poderá fazer. Os seus clientes são o elo mais importante desta corrente, pois são eles que mantêm a entrada de receita e o seu empreendimento ativo. Um cliente bem recepcionado é um cliente satisfeito, o que significa que ele é possivelmente um cliente que não somente irá consumir os seus serviços novamente, mas também poderá indicá-los aos novos clientes. O atendimento ao cliente não é apenas a comunicação direta entre a sua empresa e o comprador. Ele envolve muitos fatores, de acordo com cada empresa. Por exemplo: se o seu negócio é um comércio, como um restaurante, o atendimento envolve desde a qualidade na recepção dos clientes e do produto a ser oferecido até a iluminação, decoração, higiene do local e composição do ambiente.

4 - Corte os pequenos custos

A gestão financeira de uma empresa não se limita apenas aos impostos, custos de produção, recursos humanos e as despesas de grande porte, como o aluguel do imóvel. Você sabia que as maiores companhias mundiais conseguem poupar milhões todos os anos apenas cortando "pequenas" despesas? Estamos nos referindo aos pequenos, porém, constantes gastos cotidianos que cada empresa possui, de acordo com a área de seu negócio. Evite o desperdício de material de escritório e de materiais básicos (copos de café e água, sabonetes, materiais de limpeza e higiene e etc). Faça um planejamento de economia de água e luz, limite o plano de ligações telefônicas de sua empresa apenas para assuntos comerciais. Para controlar os pequenos custos é muito importante que você possua um controle minucioso de todos os gastos de sua empresa.

5 - Saiba negociar com seus fornecedores

Custos com fornecedores são difíceis de serem cortados, uma vez que o seu negócio depende deles para manter a produtividade. Estes custos podem representar até mais que 50% dos gastos anuais de uma empresa. Considerando que os custos com fornecedores são fixos, qualquer economia é significativa em longo prazo.

Dessa forma, procure negociar as melhores formas de pagamento, compras em atacado, que geralmente são financeiramente mais viáveis, e tente comprar todo o seu material de produção de um mesmo fornecedor para que seja possível conseguir uma abertura para descontos.

O que você tem feito para cortar os custos e otimizar os lucros de sua empresa? Compartilhe a sua experiência nos comentários!

Veja Também:

Como Chegar

Clique para acessar o mapa

205 Sul, Av. LO 05, Lote 30-A
Palmas/Tocantins
77015-260
atendimento@primecont.net
63 3216-1284

Ver no Mapa